Aprender a Pescar na Praia

postado dia 14 de março de 2012
deixe seu comentário
 

A pesca de praia é um esporte que é muito praticado no Brasil de ponta a ponta em todas as épocas do ano, mas principalmente no verão. Muitos são os adeptos da pesca de praia, isso se deve a facilidade da pesca aliada ao lazer em meio a praia e também porque é um tipo de pesca que pode ser efetuada junto com a família, já que é possível pescar e também aproveitar a praia com os entes queridos.

Este tipo de pesca atrai cada vez mais pessoas a cada ano que passa, muitas pessoas na praia as vezes ao ver alguém pescando se interessam e resolvem tentar fazer o mesmo, também é uma pesca fácil que pode ser praticada por crianças, mulheres, idosos, etc.

Apesar de ser uma modalidade de pesca simples, muitos iniciantes encontram dificuldades em relação ao material adequado, técnicas de pesca e onde “achar os peixes”. Devido a isso criamos um pequeno guia com algumas dicas para aprender a pescar na praia.

pescar

Antes de começar a pescar é preciso escolher o material adequado para pesca de praia, para iniciantes basta seguir as recomendações de material de pesca de praia abaixo:

  • Escolha uma vara/caniço de 2,70m a 4,50m fabricadas em grafite ou carbono, as mais recomendadas são as de encaixe de até 3 partes e com ação rápida. As varas menores podem ser usadas para arremessos mais curtos e as maiores para arremessos que requerem uma distância maior.
  • Um molinete médio de três a seis rolamentos, fricção dianteira, manivela ambidestra, dois carretéis sendo um de reserva, um de metal outro de grafite, ambos projetados para médios e longos arremessos.
  • Linha para o molinete de 0,18mm a 0,30mm no máximo.
  • Anzóis maruseigo, Tinu, Hansure, Sode ou Massude de tamanho 08 a 14, a escolha da marca fica a critério de cada pescador.
  • Chumbos pirâmide de 60g a 100g, chumbos gota ou carambola de 50g a 90g, o peso do chumbo a ser usado no dia da pesca vai ser determinado pela agitação do mar e força da correnteza, quanto mais o mar estiver “correndo” mais pesado o chumbo a ser usado.
  • Chicotes  com dois rotores para se prender as pernadas com distância de 0,60cm entre elas, girador e snap na parte de baixo para prender o chumbo e girador em cima para amarrar o leader(arranque).
  • Alicate “saca anzol” esse item auxilia a remoção do anzol com segurança sem agredir o peixe em casos que o peixe engole o anzol.
  • Elastricot, é uma linha elástica que serve para amarrar  as iscas nos anzóis, fazendo com que as mesmas não se soltem quando efetuado o arremesso e também torna mais difícil pro peixe roubar a isca.
  •  Protetor solar, chapéu, óculos de sol e capa de chuva. para se proteger do tempo, seja sol ou chuva.
  • Caixa de pesca para guardar todos os itens acima.
  • Secretária, ou cano/conjunto fixador de espera. Servem para deixar a vara em espera, desta forma não é preciso estar com o caniço na mão 100% do tempo e o peixe pode até mesmo se fisgar sozinho quando a vara está na espera. Além de poupar o pescador de segurar o caniço durante toda a pescaria, mantém o caniço no alto longe da areia e de um possível banho de água salgada, preservando a vida útil do equipamento.
  • Licença de pesca amadora do Ibama.
pescar

Muito bem após estar com o material em ordem o próximo passo é a escolha das iscas. Normalmente em pesca de praia a isca mais comum é o camarão morto, seja ele o sete barbas, ferrinho ou branco. O camarão branco cortado em pequenos filés costuma dar um ótimo resultado atraindo muitas vezes peixes grandes como o Robalo.
Também é possível utilizar outras iscas naturais como o corrupto ou a tatuíra, porém estas iscas são mais difíceis de conseguir principalmente para quem está iniciando neste tipo de pesca, então o ideal para começar mesmo é o camarão, mas qualquer uma das iscas abaixo tem excelente resultados:

pescar

Material e iscas na mão, agora o próximo passo é ir a praia e fazer os primeiros arremessos. O problema é que iniciantes não sabem onde arremessar, ou seja, não sabem identificar aonde os peixes estão.

Normalmente os peixes se encontram nos seguintes locais:

  • Canais
  • Poços ou lagamares
  • Perto de estruturas como pedras
Para quem está começando o mais fácil é arremessar nos canais de praia, visto que existem vários, alguns bem na beira da praia e outros mais distantes. Para localizar o canal basta ver o local onde as ondas “se levantam” ali existe um canal, ou seja, uma parte mais funda onde os peixes estão. Após identificar o canal basta arremessar neste local ou logo atrás do canal que a isca estará no local correto apenas esperando pela primeira investida de um peixe faminto.
Com o tempo o pescador de praia vai aprendendo a identificar estes locais em cada local de pesca e desta forma saberá exatamente onde arremessar para ir atrás dos peixes no local correto.
Após o arremesso a linha deve sempre ser mantida esticada para facilitar a identificação da “beliscada do peixe” e a fisgada. Porém algumas vezes em vez do peixe puxar  a linha, pode ocorrer da linha afrouxar demasiadamente, se isso acontecer pode puxar e recolher pois há quase 100% de chances do peixe estar fisgado também.
Boa pescaria !
 

postado por Daniel

 

Artigos Relacionados

 

Deixe seu comentário

Comentários Feitos

  1. JOSE ROBERTO Disse:

    muito…bom…para quem esta iniciano ….gostaria de saber o qua acontece ….se eu mandar ….a isca …depois do ultimo canal….pega alguma coisa……obrigado ..abs…

  2. Daniel Disse:

    Olá José, ótima pergunta a sua. Para pescar na praia com sucesso é preciso saber o máximo possível sobre o assunto. Em primeiro lugar gostaria de deixar claro que é muito difícil alguém conseguir arremessar atrás do último canal pois normalmente na maioria das praias fica localizado a mais de 120 metros da areia e arremessos longos assim poucos são os que conseguem fazer.

    Porém em praias com poucas faixas de arrebentação pode ocorrer do canal estar mais próximo e com isso é mais fácil de arremessar e colocar a isca após o último canal. 

    Seja qual for o caso, se conseguir arremessar depois do último canal duas situações podem ocorrer:

    1- Em praias rasas a isca vai cair numa região rasa e você pode até deixar a isca ali mesmo, pois pode pegar peixes de fundo como a betara que muitas vezes estão fora do canal também.

    2- Em praias de tombo ou praias fundas você pode acabar atingindo alguma região muito funda ou “lage”, ou seja, um local rodeado por pedras que acaba sendo um ótimo local para deixar a isca e pegar grandes peixes.

    Seja qual for o caso, se sua intenção é acertar o canal e após arremessar acabar passando do canal, você deve recolher a linha devagar até sentir que a linha “trava” ao acontecer isso provavelmente você recolheu até chegar no canal, dai basta deixar ali e esperar a ação de algum peixe.

    Abraços,

    Daniel

  3. Como Pescar Peixe Espada | Aprender Fazer : Aprender Fazer Disse:

    [...] praias, costões ou embarcado em baías ou mar aberto, porém pescar peixe espada é diferente da pesca de praia tradicional ou da pesca com molinetes ou carretilhas em costões ou [...]

  4. Pesca de Robalo na praia Disse:

    [...] Se você não sabe o que é corrupto pode ver uma foto no nosso artigo sobre pesca de praia. [...]

Deixe seu comentário

 
 

Categorias

  • Nenhuma categoria
 
 
© AprenderFazer.com.br 2014 | Todos os direitos reservados