0

Como Fazer Passaporte

Ao viajar para fora do Brasil é preciso passaporte e muitas pessoas encontram dúvidas em relação a como fazer passaporte.  O passaporte é um documento de identidade emitido por um governo nacional que permite que seu detentor possa viajar para outros países.

Apesar de parecer a primeira vista complicado fazer passaporte, na verdade é mais simples do que parece. Boa parte do procedimento é feito pela Internet mesmo e só é necessário ir pessoalmente a um escritório da Polícia Federal levando os documentos exigidos para uma pequena entrevista, tirar fotos e digitais para concluir o processo.

Como fazer passaporte

  1. Primeiro, entre no site do Departamento de Polícia Federal e clique  na opção “Requerer emissão de passaporte”. Uma nova página irá se abrir, nesta página clique na opção Solicite a emissão do passaporte, em seguida na página que se abrir preencha os dados solicitados.
  2. Após preencher os dados vai ser gerado uma GRU, imprima e pague a GRU.
  3. A GRUdeve ser paga dentro do prazo de vencimento. Caso seja necessário uma nova via da GRU, clique em “Outras informações/consultas sobre passaportes”, na página inicial do Departamento de Polícia Federal, e depois em “Reemitir GRU“.
  4.  Após pagar a GRU, compareça ao posto do DPF munido da documentação original exigida, GRU paga e protocolo da solicitação. Em algumas unidades do DPF, é necessário fazer o agendamento prévio.
Como fazer passaporte

Documentos exigidos para fazer passaporte

1.0 – Documento de Identidade, para maiores de 12 anos

1.1 – Podem ser aceitos como documento de identidade:

cédula de identidade expedida por Secretaria de Segurança Pública;
carteira funcional expedida por órgão público, reconhecida por lei federal como documento de identidade válido em todo território nacional;
carteira de identidade expedida por comando militar, ex-ministério militar, pelo Corpo de Bombeiros ou Polícia Militar;
passaporte brasileiro anterior;
carteira nacional de habilitação expedida pelo DETRAN (modelo atual – vide item 1.6);

carteira de identidade expedida por órgão fiscalizador do exercício de profissão regulamentada por lei;

carteira de trabalho e previdência social-CTPS.
1.2 – ATENÇÃO: A pessoa que já teve o nome alterado, a qualquer tempo, em razão de casamento, separação ou divórcio deve apresentar, além do documento de identidade, CERTIDÃO DE CASAMENTO atualizada com as devidas averbações/anotações, para a comprovação de nome(s) anterior(es).
1.3 – A pessoa que teve o nome alterado por decisão judicial deve apresentar, além do documento de identidade, certidão de nascimento atualizada com as devidas averbações/anotações, para a comprovação de nome(s) anterior(es).
1.4 – A criança menor de 12 anos pode apresentar a Certidão de Nascimento em substituição ao documento de identidade.
1.5 – O documento de identidade apresentado poderá ser recusado se não estiver atualizado ou se o tempo de expedição ou o mau estado de conservação impossibilitarem a identificação do requerente.
1.6 – Para fins de conferência, a fotografia, o nome completo, a filiação, a data e local de nascimento e a assinatura do requerente deverão constar em um ou mais documentos de identidade, salvo o menor de 12 anos que pode apresentar certidão de nascimento, que não contém nem foto nem assinatura.

2.0 – Título de Eleitor e comprovantes de que votou na última eleição (dos dois turnos, se houve). Na falta dos comprovantes, declaração da Justiça Eleitoral de que está quite com as obrigações eleitorais, ou justificativa eleitoral.

3.0 – Documento que comprove quitação com o serviço militar obrigatório, para os requerentes do sexo masculino a partir de 01 de janeiro do ano em que completam 19 anos até 31 de dezembro do ano em que completam 45 anos.

4.0 – Certificado de Naturalização, para os Naturalizados.

5.0 – Comprovante bancário de pagamento da Guia de Recolhimento da União – GRU referente à taxa devida para a emissão do documento de viagem requerido
5.1 – O boleto de GRU será gerado automaticamente após o preenchimento do formulário de solicitação de passaporte pela internet, sendo imprescindível o CPF do requerente ou do seu responsável, se for o caso. O simples agendamento bancário não comprova o pagamento da taxa.

6.0 – Passaporte comum ou de emergência anterior, quando houver (válido ou não). A não apresentação deste, por qualquer motivo, implica em pagamento da taxa em dobro.
6.1 – O brasileiro que tiver seu passaporte inutilizado por repartição consular ou de imigração estrangeiras, no Brasil ou no exterior (por negativa de visto ou deportação), não está impedido de requerer novo passaporte. Basta apresentar o passaporte, válido ou não, para cancelamento. Assim, o usuário evitará o pagamento da taxa em dobro e a simulação de extravio do passaporte, que acarreta providências inúteis da PF visando à recuperação do documento.
6.2 – Em caso de extravio, furto ou roubo do passaporte anterior, preencher e apresentar a Comunicação de Ocorrência com Documento de Viagem.

7.0 – CPF
7.1 – do próprio requerente, a partir dos 18 anos de idade, se o número deste não constar no documento de identidade apresentado;
7.2 – de um genitor ou responsável ou documento de identidade que contenha o respectivo número, para menores de 18 anos;
7.3 – a comprovação de inscrição no CPF pode ser feita por intermédio da apresentação dos seguintes documentos: Carteira de Identidade, Carteira Nacional de Habilitação, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), carteira de identidade profissional, carteiras funcionais emitidas por órgãos públicos, cartão magnético de movimentação de conta-corrente bancária, talonário de cheque bancário e outros documentos de acesso a serviços de saúde pública de assistência social ou a serviços previdenciários, desde que conste neles, o número de inscrição no CPF; Comprovante de Inscrição no CPF emitido pelas entidades conveniadas à Receita Federal (Banco do Brasil, Correios e Caixa Econômica Federal); Comprovante de Inscrição no CPF impresso a partir do site da Receita Federal; Outros modelos de cartão CPF emitidos de acordo com a legislação vigente à época.

Fonte: Site do Departamento de Polícia Federal

Atenção, para viajar para os EUA é preciso Fazer Passaporte e Visto

Alguns países exigem além do passaporte o Visto também, como é o caso dos EUA então nestes casos apenas o passaporte não basta, por isso em casos assim você precisa fazer o passaporte e em seguida fazer o  visto também.

Daniel

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *